80% dos pequenos negócios não demitirão nos próximos 12 meses


Pesquisa inédita do Sebrae mostra que os encargos trabalhistas e a complexidade da legislação são os principais entraves para novas contratações


  Por Agência Sebrae 14 de Julho de 2017 às 12:22

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


Nos próximos 12 meses, 81% dos donos de micro e pequenas empresas não pretendem demitir funcionários. Destes, 24,5% afirmam que vão contratar novos empregados.

As informações fazem parte da Sondagem Conjuntural dos Pequenos Negócios, pesquisa inédita feita pelo Sebrae, que concluiu sua primeira edição em junho e terá periodicidade trimestral para mapear as expectativas dos empresários em relação a economia brasileira e a própria empresa.

Os encargos trabalhistas, a complexidade da legislação e o custo do salário mensal foram citados como sendo os maiores entraves para que os empreendedores contratem novos empregados.

“Chama a atenção o fato de que, apesar dessas dificuldades relatadas, quatro de cada dez donos de pequenos negócios pretendem aumentar o quadro de funcionários. Isso demonstra a importância das micro e pequenas empresas na geração de emprego e renda no país”, diz o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Além da intenção de contratação nos próximos 12 meses, a Sondagem também analisa a perspectiva de faturamento e a avaliação da situação econômica.

De acordo com o resultado apresentado, cerca de 55% dos empresários acreditam que a situação econômica vai permanecer como está ou melhorar e 33% acreditam que terão um aumento de faturamento.

Para a realização da pesquisa, foram ouvidos 2.859 microempreendedores individuais (MEI) e micro e pequenos empresários, optantes ou não do Simples Nacional, das cinco regiões brasileiras.

*FOTO: Thinkstock