São Paulo, 27 de Junho de 2017

/ Finanças

Inadimplência do consumidor cai 9,1% em abril
Imprimir

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC, em 12 meses, a baixa é de 4,6%

A inadimplência do consumidor caiu 9,1% em abril em relação a março, na série com ajuste sazonal, divulgou nesta terça-feira (9/5), a Boa Vista SCPC.

O recuo também foi observado no confronto com abril de 2016, de 11,5%. Em 12 meses, a baixa é de 4,6% e, no ano, de 1,7%.

Na análise na margem, a maior retração na inadimplência do consumidor foi observada na região Sudeste, de 12%, seguida de perto por Centro-Oeste (11,9%). Na região Norte, a queda foi de 9% e no Nordeste, de 7,9%.

A região Sul foi a única que teve aumento de inadimplência dos consumidores no período, de 4%.

A Boa Vista SCPC reafirma, em nota, que a queda na inadimplência é reflexo da maior cautela das famílias em virtude das adversidades econômicas dos últimos dois anos.

De acordo com a instituição, o atual ritmo de queda da inadimplência deve se manter com o cenário projetado de retomada sustentável da demanda de crédito em um ambiente de pequeno crescimento da economia e renda, juros menores e inflação controlada.

O indicador de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas informados à Boa Vista pelas empresas credoras.

Em São Paulo, passou-se a usar como referência o número de cartas de notificação enviadas aos consumidores em vez dos números de débitos ativos na base do SCPC, em virtude da Lei Estadual nº 15.659/2015.

FOTO: Thinkstock



Entre elas, aumento na inadimplência das contribuições previdenciárias, sonegação de 70% existente na arrecadação do regime rural e índice de sucesso de apenas 1% na recuperação da dívida previdenciária

comentários

9% das mensalidades atrasaram mais de 90 dias em 2016, o maior percentual desde 2010. O desemprego é um dos responsáveis pela alta

comentários

Faturamento das lojas para o período atingiu R$ 44 bilhões, de acordo com a Boa Vista SCPC

comentários