São Paulo, 09 de Dezembro de 2016

/ Finanças

Financiamento de veículos cai 12% em abril
Imprimir

Entre os segmentos analisados, o de pesados apresentou mais uma vez o pior desempenho, com queda de 36,3% em relação ao mesmo mês do ano passado

O financiamento de automóveis de passeio, comerciais leves, motocicletas, caminhões e ônibus no Brasil caiu 12% em abril ante março e 15% na comparação com o mesmo mês do ano passado, mostram números da Unidade de Financiamentos da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base de cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil.

Com o resultado, os financiamentos de veículos acumulam queda de 10,2% nos quatro primeiros meses deste ano em relação a igual período de 2014.

No mês passado, foram financiados 437.855 veículos em todo o país. A maior parte foi de usados, cujos financiamentos somaram 238.591 unidades em abril, o equivalente a quedas de 11,4% ante março e de 4,9% frente um ano atrás.

No ano, a retração acumulada é de 2,3%. Já os veículos novos financiados totalizaram 199.264 unidades no mês passado, recuos de 12,7% na variação mensal e de 24,6% na comparação anual. De janeiro a abril, acumulam tombo de 18,3%.

POR SEGMENTO

Entre os segmentos analisados, o de pesados apresentou mais uma vez o pior desempenho. Entre novos e usados, os financiamentos de caminhões e ônibus totalizaram 16.646 unidades em abril, queda de 10% ante março e tombo de 36,3% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Com o resultado, os financiamentos de pesados no Brasil acumulam queda de 30,6% nos quatro primeiros meses de 2015 frente a igual período de 2014.

O financiamento de autos e leves, por sua vez, registrou em abril recuos de 10,7% na comparação com março e de 14,8% ante abril do ano passado, ao somar 340.882 unidades financiadas.

No ano, acumula queda de 9,2%. Já os financiamentos de motocicletas somaram 79.365 unidades no mês passado, número 17,5% menor do que o de março e 9,1% a menos do que o total financiado em abril de 2014. De janeiro a abril, acumulam retração de 8,7%.

MODALIDADES

Dentre as modalidades de financiamentos, o leasing foi o único a registrar crescimento, de 3,6%, em abril ante março, mas caiu 25,6% frente um ano atrás. Apesar da melhora na variação mensal, continua a ter o pior desempenho no acumulado do ano. De janeiro a abril, os financiamentos por leasing acumulam queda de 18,8% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

O Crédito Direto ao Consumidor (CDC) acumula queda de 11,6% no primeiro quadrimestre, após recuar 11,4% em abril ante março e 17,1% na variação anual. Mesmo assim, continua sendo a modalidade mais utilizada na hora de financiar um veículo.

Em seguida, aparece o consórcio, que caiu 15,8% em abril ante março e se retraiu 0,4% ante abril do ano passado, acumulando alta de 0,3% no ano. O leasing é a terceira modalidade mais utilizada.



Wagner Paludetto, consultor financeiro do Sebrae-SP, fala sobre a importância de projetar as receitas e despesas para o próximo ano

comentários

O avanço do último mês ainda não conseguiu compensar a queda acumulada no ano, de 8,74%

comentários

O horário para pedir resgate das aplicações também será ampliado. Mudanças começam no próximo sábado (03/12)

comentários