São Paulo, 28 de Junho de 2017

/ Finanças

Caixa anuncia novas modalidades para rotativo do cartão de crédito
Imprimir

Os bancos estão se adequando às exigências do Conselho Monetário Nacional, que limitam o rotativo pelo período máximo de 30 dias

A Caixa Econômica Federal anunciou as novas condições para uso do rotativo do cartão de crédito, com vigência a partir de 3 de abril. 

De acordo com nota divulgada pelo banco, atendendo às exigências do Conselho Monetário Nacional (CMN) que limitam o uso do rotativo pelo período máximo de 30 dias, o valor não liquidado integralmente da fatura anterior estará totalmente contido no saldo para pagamento mínimo da próxima fatura.

A Caixa manterá as opções vigentes para o pagamento da sua fatura mensal, ou seja, o valor mínimo, o valor total ou qualquer valor entre o mínimo e o total e, a partir do vencimento do dia 3/5/2017, terá ainda mais seis possibilidades de parcelamento do valor da fatura: em 4, 8, 12, 16, 20 ou 24 meses, à escolha do cliente. 

As taxas incidentes nas opções de parcelamento variam de 3,30% ao mês a 9,90% ao mês.

A Caixa também oferecerá a opção do parcelamento automático do valor da fatura, que ocorrerá quando o cliente pagar qualquer valor abaixo do pagamento mínimo e diferente das seis opções de parcelamento citadas.

"A Caixa estará totalmente adequada à nova sistemática para o produto cartão de crédito. A partir do dia 3 de abril, a rede de agências e Centrais de Atendimento telefônico estarão disponíveis para dirimir eventuais dúvidas dos clientes", afirmou o diretor executivo de Cartões da Caixa, Márcio Recalde.

IMAGEM: Thinkstock



Desde abril, os consumidores que não conseguem pagar integralmente a fatura do cartão de crédito só podem ficar na modalidade por 30 dias

comentários

Segundo o Banco Central, os encargos tendem a subir na categoria parcelada do cartão à medida que mais pessoas migrem para ela

comentários

Em abril, a taxa ficou 49% menor do que a praticada no mesmo período de março, de acordo com a Abecs

comentários