Facesp

Acim mantém normatização internacional na gestão


Auditor avalia performance e anuncia a revalidação da ISO9001:2008 na Associação Comercial e Industrial de Marília


  Por Redação Facesp 03 de Maio de 2017 às 00:00

  | Da equipe de comunicação da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


Desde 2009 a Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília mantém a certificação ISO9001:2008, principalmente esta semana depois da visita do auditor Edgard Roberto Ongarelli, auditor líder da equipe de Auditoria da SGS ICS Certificadora Ltda, que fez a auditoria individual e anunciou a continuidade da normatização. “É sempre importante esta conquista, que nos coloca entre as melhores associações comerciais do Brasil”, disse o presidente da associação comercial mariliense, Libânio Victor Nunes de Oliveira que mantém o trabalho iniciado há quase 10 anos. “Um trabalho diário e que depende de todos”, elogiou o dirigente que considera importante a manutenção.

A Acim teve o Sistema de Gestão da Qualidade auditado e recomendado para a “recertificação”, após o processo de auditoria de campo realizado e apresentando conformidade com os requisitos da norma NBR ISO9001:2008. Com isso, e de acordo com os procedimentos internos, o processo de certificação está atualmente em fase de revisão técnica independente para a emissão do respectivo certificado, com o seguinte escopo de certificação: Representação dos associados, incentivo ao cooperativismo e associativismo, prestação de serviço de suporte, capacitação, análise de crédito, assistência jurídica, marketing e saúde. “Serviços que oferecemos aos nossos associados que são todos normatizados”, disse o superintendente da associação comercial mariliense, José Augusto Gomes.

A série ISO 9000 é uma concentração de normas que formam um modelo de gestão da qualidade para organizações que podem, se desejarem, certificar seus sistemas de gestão através de organismos de certificação. Foi elaborada através de um consenso internacional sobre as práticas que uma empresa pode tomar a fim de atender plenamente os requisitos de qualidade do cliente. A ISO 9000 não fixa metas a serem atingidas pelas empresas a serem certificadas, a própria empresa é quem estabelece as metas a serem atingidas. “Hoje, qualquer empresa que fornece a uma outra grande empresa, é solicitada a ter a ISO 9001:2008”, lembrou Libânio Victor Nunes de Oliveira. “Outros segmentos de mercado, que não fornecem diretamente às empresas também adotam a ISO como forma de marketing”, falou. “Tem aquelas que implantam a ISO devido à redução de seus custos internos”, garantiu o superintendente da Acim, José Augusto Gomes.

Empresas de diversos segmentos empresariais que contam com a Certificação ISO9001:2008 passam a oferecer: Melhora na qualidade dos produtos ou serviços; Atrai novos consumidores; Aumenta a margem de competitividade; Agrega confiança ao negócio; Diminui a possibilidade de erros; Reduz custos de negócio; Torna produtos compatíveis; Atende a regulamentos técnicos; Facilita a exportação de produtos e Aumenta chances de sucesso. “Só vejo vantagem uma empresa ter a certificação”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira, ao parabenizar os funcionários, diretores e prestadores de serviços, pelo trabalho realizado e auditado.