Brasil

Mudanças no Brasil serão capitaneadas pelas pequenas empresas


Guilherme Afif Domingos (foto), presidente do Sebrae, avalia que os ajustes na economia ocorrerão de baixo para cima


  Por Agência Sebrae 06 de Junho de 2017 às 17:05

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


As grandes mudanças no Brasil ocorrerão a partir da base, com milhões de pequenos negócios que respondem por 98% dos empreendimentos brasileiros, 54% dos empregos gerados e 27% do Produto Interno Bruto (PIB), afirmou o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, na abertura do 29º Encontro Nacional Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) São Paulo.

“Acredito que estamos em um ambiente ideal para as mudanças, mas elas vão  acontecer de baixo para cima e não de cima para baixo”.

Afif ressaltou que o Estado brasileiro não acompanhou as mudanças que ocorreram no país nos últimos anos. “A nação mudou, o Estado é que não mudou. A crise de hoje é resultado do choque entre a nação e o Estado”.

Ele disse que "não existe governo ruim para povo organizado”, e destacou o trabalho realizado pelo Sebrae por meio do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Líder).

O objetivo é estimular o empreendedorismo e somar esforços com vistas ao desenvolvimento de regiões brasileiras.

Ele lembrou que as micro e pequenas empresas, como agentes das mudanças, devem se preparar para se unirem às médias e grandes corporações de forma a participar do processo de encadeamento produtivo.   

O presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, ressaltou que a quase totalidade das empresas do setor são micro e pequenas empresas.

Lembrou que atualmente há 1,2 milhão de pequenos negócios da área de alimentação que estão no regime do Simples, entre bares, restaurantes e lanchonetes.

O evento, promovido em São Paulo até o dia 9 de junho, contará com uma série de ações voltadas aos gestores, chefes e lideranças ligadas à área - a Fispal, o Fórum Gestão à Mesa e o Expovinis.

O Sebrae marcará presença na 33ª edição da Fispal Food Service com uma proposta inovadora. Durante a feira, o público terá acesso a um espaço que reproduzirá o ambiente de um restaurante no escuro, no qual o “cliente” terá experiências gastronômicas de olhos vendados.

A visita ao local será guiada e contará com degustações em uma área especialmente preparada para aguçar os sentidos do tato, olfato, audição e paladar. Batizado com o nome de “O sabor da experiência”, a cada dia do evento esse espaço oferecerá comidas feitas com ingredientes de biomas das cinco regiões do país.

O responsável pela condução da experiência sensorial será o renomado chef gaúcho Marcos Livi, dos restaurantes Quintana e Veríssimo, de São Paulo (SP).

FOTO: Agência Sebrae